Archive for the ‘música’ Category

Cristo de los Gitanos

janeiro 20, 2011

Antônio Morales sugere que a série que inauguramos agora tem como foco Canções de Protesto ou Música  Engajada. Prefiro a segunda expressão. É mais abrangente. É mais inclusiva. Pode incluir canções do Vandré, assim como a Internacional ou a Marseillaise. É mais sutil e menos datada. Mas, não está aqui em jogo o conceito. O que queremos é rememorar movimentos e músicas que refletiram e ainda refletem compromissos sociais e políticos.

Minha primeira colaboração, para ficar na Espanha e em Serrat, é um poema de Antonio Machado, grande poeta espanhol. Machado sempre esteve à esquerda em sua vida. Foi um dos fundadores da Universidad Popular de Segovia. Combateu o fascismo de Franco. E, acima de tudo, converteu em poesia tradições ibéricas com profundas raízes populares. Serrat musicou diversos poemas de Machado e publicou um álbum belíssimo: Dedicado a Antonio Machado, poeta. Nehuma das letras é de protesto. Mas, todas elas são fruto do engajamento de Machado com as causas populares de sua Espanha. Achei que o melhor exemplo disso é La Saeta:

Dijo una voz popular:
¿Quién me presta una escalera
para subir al madero
para quitarle los clavos
a Jesús el Nazareno?

Oh, la saeta, el cantar
al Cristo de los gitanos
siempre con sangre en las manos,
siempre por desenclavar.

Cantar del pueblo andaluz
que todas las primaveras
anda pidiendo escaleras
para subir a la cruz.

Cantar de la tierra mía
que echa flores
al Jesús de la agonía
y es la fe de mis mayores.

¡Oh, no eres tú mi cantar
no puedo cantar, ni quiero
a este Jesús del madero
sino al que anduvo en la mar!

Nada de chamado à luta. Nada de protesto contra isso ou aquilo. Um poema sutil. Sangue do Cristo e sangue do povo se confundem. O Jesus preferido do poeta não é o cordeiro sacrificado, mas o homem que caminha sobre as águas. Andaluzes são um povo que pede escadas para subir na cruz e quer eliminar o sofrimento.

Adiantei um começo de interpretação do poema. Mas, em arte, toda interpretação é pobre. O que conta é o contato direto e pessoal com a produção do artista. Por isso, convido vocês para uma audição de La Saeta.

Jarbas Novelino Barato

 

Anúncios

Mestra no ofício de cantar a vida

outubro 6, 2009

 

Do blog Prosa e Verso de Boteco, extraímos o seguinte excerto de um texto da Professora Aracéli Zampronha:

“Realizar o ofício tira você de cena e introduz o maior que você naquele lugar; e aquele lugar passa a unir a mente, o coração e o corpo da gente a um domínio maior e mais rico. Abre uma porta e uma janela para a vastidão do horizonte onde antes só havia uma sala fechada. Quem realiza esse ofício traz o fogo do sagrado para o mundo. A exigência dos seres de ofício está unida ao amor que professam. Quando trabalham, realizam o ofício de amar o mundo, celebram a possibilidade de encontro  humano mais verdadeiro.

E partiu para sempre, neste domingo, 4 de outubro de 2009, nossa Mercedes Sosa, a que melhor representou esse amor.”

E para matar saudades, postamos Gracias a la Vida!

BEATLES: Hey Jude.

agosto 31, 2009

Por Olga M S Marcondes de Moraes

Uma empresa de telefonia móvel inglesa promoveu essa mobilização na Trafalgar Square, em Londres, reunindo mais de 13 mil pessoas.

 A empresa simplesmente mandou um convite pelo celular: “esteja na Trafalgar Square tal dia, tal horário”. E nada mais foi dito. Os que foram acharam que iriam dançar, como tem acontecido em outras mobilizações desse tipo por lá.

Mas, na hora, distribuiram microfones aos borbotões e fizeram um karaokê gigante, de surpresa!!! E todo mundo que estava na praça, quem estava passando, quem nem sabia do convite, cantou junto.

Se você um dia curtiu os Beatles, vai gostar. Clique no link abaixo.

http://www.youtube.com/watch?v=orukqxeWmM0

Beatles: A última foto?

agosto 22, 2009

 

Através da página: http://osomqueouves.blogspot.com/2008/08/no-dia-22-de-agosto-de-1969-ltima.html, tomamos contato com a seguinte matéria:

No dia 22 de Agosto de 1969 – a última sessão fotográfica Não se sabe se é exatamente esta a última fotografia. Sabe-se que foi nesta sessão em Tittenhurst Park, na casa de John Lennon e Yoko Ono, que o fotógrafo Ethan A Russell se tornou responsável por ser o último tipo com uma máquina fotográfica a ver os quatro genios juntos. Podem ver a sessão completa aqui.

Beatles – Foto da Capa de Abbey Road completa 40 anos

agosto 7, 2009

 

O link a seguir permite o acesso a um vídeo da BBC que aborda o aniversário, em 08/08/2009, da foto da capa do álbum Abbey Road, dos Beatles.

http://www.bbc.co.uk/portuguese/multimedia/2009/08/090807_abbey_road_video.shtml

Do Álbum, postamos Because:

Woodstock faz 40 anos

agosto 3, 2009

Em 5 de agosto o Festival de Woodstock completa quarenta anos. Para marcar a data, replicamos matéria hoje publicada no CORREIO da Bahia. A foto anterior foi incluída por nós.


Símbolo da contracultura dos 60: Woodstock, marcou gerações

Ivan Dias Marques | Redação CORREIO

Aqueles que se dirigiram à fazenda Yargur,emBethel, no estado de Nova York, na tarde de15 de agosto de 1969, jamais imaginariam a quantidade de pessoas que tiveram a mesma ideia de prestigiar os três dias da Feira de Música e Arte de Woodstock. Também não conseguiriam prever o quão importante aquele evento seria para a história da cultura pop. Lá se vão 40 anos de paz e amor, companheirismo e apelo a um mundo melhor. Quatro décadas de ideais que continuam em alta, talvez ainda mais importantes nos dias de hoje.


Janis era, talvez, a artista favorita e mais esperada pelo público
Foto: Divulgação


O momento americano era tenso: corrida armamentista, Guerra do Vietnã… “Woodstock se tornou um manifesto, um símbolo das mudanças que borbulharam na primeira metade e transbordaram durante a segunda metade dos anos 60 nos Estados Unidos”, explica o radialista Pete Fornatale, autor do livro Woodstock, lançado pela editora Agir e que traz depoimentos de artistas, organizadores, jornalistas e gente simples que esteve em Bethel em 1969. Para ele, o evento “nos fez sentir o êxtase de estarmos vivos”.

Milhares de jovens (hippies na maioria) abraçaram a ideia criada por Michael Lang, John Roberts, Joel Rosenman e ArtieKornfeld. Só que os organizadores, que contavam com 75 mil pessoas no máximo, é que não estavam preparados para isso.

Lendário

Meio milhão de loucos por sexo, drogas e rock’n’roll piraram durante três dias de festa e causaram um engarrafamento de dezenas de quilômetros, onde andar a pé era mais rápido do que de carro. Quem ficou nos automóveis trocava ideias, maconha e vinho. “À medida que o tempo passou, a lenda, o mito de Woodstock, se tornou maior do quearealidade”,de- clara no livro Graham Nash, do Crosby, Stills, Nash & Young.

Os produtores enfrentaram problemas com o transporte demúsicos, falta de água e comida, e muita, muita lama provocada por chuvas. O público não parecia ligar muito para isso. Ansiosamente, esperava alguns dos shows mais inesquecíveis da história da música. Coube ao folkman Richie Havens abrir a festa. E se saiu muito bem. Até hoje, ele, com 68 anos, carrega o espírito da festa, sempre vestindo bata e com ideais de paz.


Banda inglesa ‘Thw Who’ era uma das mais importantes
Foto: Divulgação

Após Richie seguiram Joan Baez, Janis Joplin, The Who, Jefferson Airplane,Creedence Clearwater Revival, Joe Cocker, Crosby, Stills, Nash & Young e Jimi Hendrix, entre outros. Todos reunidos em prol da boa música.

Na telona

Quem só conhece o clima do festival através de histórias, fotos e documentários antigos, vai poder saber mais do que aconteceu naqueles três dias de agosto de 1969, a partir de 18 de setembro, quando deve estrear no Brasil o filme Taking Woodstock, de Ang Lee (O segredo de Brokeback Mountain).

O longa, que conta com Emile Hirsch (Nanatureza selvagem) e Paul Dano (Sangue negro), é baseado no livro Aconteceu em Woodstock, de Elliot Tiber, o homem que possuí a aautorização para que o festival rolasse em Bethel e que foi fundamental no processo. A publicação chega ao Brasil em setembro pela editora Record.

Se chegar perto do sucesso que foi o filme oficial da festa, Woodstock (1970), já serábom. A obra de Michael Wadleigh faturou o Oscar de melhor documentário em 71.


Joan Baez foi escolhida de última hora para fechar o primeiro dia
Foto: Divulgação

Uma das melhores definições de como o evento foi abraçado por todos veio de um outro diretor de cinema, o mestre Martin Scorsese, que disse ao autor de Woodstock: “Quando olho para a segunda metade dos anos 60, percebo que foi o único período em que ouvi falar a sério sobre o amor como uma força para combater a ambição, o ódio, e a violência”.

Joplin – Era o auge da carreira da mítica cantora. Muito feeling, muito rock e muitas drogas. Janis era, talvez, a artista favorita e mais esperada pelos 500 mil presentes em Bethel. Sua performance enlouqueceu o público, o que fez a produção desculpar as bebedeiras e confusões nos bastidores da festa.

Who – A banda inglesa era uma das mais importantes em 69. Devido ao atraso e ao tumulto, o guitarrista Pete Townshend ficou irritado e nervoso, e acabou batendo com o instrumento na cabeça do ativista Abbie Hoffman, que invadiu o show do grupo para fazer um discurso. O público apoiou Pete e a apresentação do TheWho entrou para a história como uma das melhores de Woodstock.

Joe Cocker – O jovem inglês não era uma das atrações mais conhecidas em Bethel, mas sua apresentação, na abertura do último dia, se tornou lendária. Com um jeito diferente de cantar, cheio de tiques, trejeitos e expressões, Joe Cocker conquistou todos. O final do show, com a visceral versão de With a little help of my friends, dos Beatles, é um dos grandes e mais emocionantes momentos da história do rock.

Hendrix – O maior guitarrista da história do rock fechou Woodstock em grande estilo. Jimi Hendrix subiu ao palco na manhã da segunda e a maioria do público já tinha voltado para casa. Quem ficou, foi testemunha de um dos ápices do festival. Do nada, Hendrix tocou o hino americano, num festejado ato patriótico.

Jimmy Hendrix tocando o hino americano
Foto: Divulgação

Baez – Frágil e grávida de seis meses, Joan, a musa do folk, era o maior símbolo do Woodstock politizado. O marido, David Harris, estava preso por fugir do alistamento militar. A cantora, que foi escolhida de última hora para fechar o primeiro dia do festival, discursou, cantou e emocionou o público da fazenda.

(Notícia publicada na edição de 03/08/2009 do CORREIO)

The Beatles: Abbey Road

julho 26, 2009

Abbey Road é o 12° e penúltimo álbum dos Beatles. Foi lançado em 26 de setembro de 1969, quase quarenta anos atrás. Leva o mesmo nome de uma rua de Londres onde ficava o estúdio Abbey Road. Apesar de ter sido o penúltimo álbum lançado pela banda, foi o último a ser gravado.

Para recordar, postamos um vídeo com músicas do álbum, cenas da rua e outras imagens da época.

 

Pete Seeger faz 90 anos

maio 3, 2009

pete_seeger-3Li no twitter de Jordi Adell que o grande cantor e divulgador de canções socialmente engajadas, Pete Seeger, aniversaria hoje. Faz noventa anos. Um showzaço no Madison Square Garden, NY, com grandes nomes da música dos sessenta, marcará a data. A notícia indicada pelo Jordi pode ser encontrada aqui.

Nota. Conheço o Jordi de encontros na Web. Ele trabalha com tecnologia educacional e já publicamos matéria num mesmo número de Quaderns Digitals. Trocamos um ou dois e-mails. Ele é amigo de uma ciberamiga minha, Carmé Barba. Gente simpática. Ao ver sua indicação sobre Seeger, a simpatia aumentou. Parece que a gente advinha por sinais difíceis de determinar quem anda pela esquerda desde os tempos de estudante nos anos sessenta.

Já foi em cana pela justiça?

abril 23, 2009

Ando navegando muito por informações musicais ultimemente. Por prazer. Com a desculpa de que preciso reunir material para um artigo que vou escrever sobre música e educação. Por razões que explicarei no tal artigo, estou dando preferência a música ao vivo, executada frente a grandes platéias. No caminho, num show em memória de Harold Leventhal, encontrei uma das jóias do repertório de Peter Paul and Mary: Have you been to jail for justice. O que impressiona no trio, além de interpretações inesquecíveis, é a militância política de quase sessenta anos. Sempre à esquerda. Sempre com coragem. Sempre lutando por causas nobres.

PP&M são exemplos de quem “não deixou a chama se apagar” (expressão, aliás, que é título de uma outra canção por eles interpretada). Have you been to jail for justice reflete bem crenças e convicções que justificam a teimosia de manter este blog no ar. Para quem quer ouvir de novo ou ouvir por primeira vez, encaixo aqui o VT da dita canção.

Para melhor apreciação, aqui vai também a letra da música.

Was it Cesar Chavez or Rosa Parks that day?
Some say Dr. King or Ghandi
Set them on their way
No matter who your mentors are
It’s pretty plain to see
That if you’ve been to jail for justice
You’re in good company

Have you been to jail for justice?
I want to shake your hand
‘Cause sitting in and laying down
Are ways to take a stand
Have you sung a song for freedom
Or marched that picket line?
Have you been to jail for justice?
Then you’re a friend of mine

You law abiding citizens
Come listen to this song
Laws are made by people
And people can be wrong
Once unions were against the law
But slavery was fine
Women were denied the vote
While children worked the mine
The more you study history
The less you can deny it
A rotten law stays on the books
‘til folks with guts defy it!

Have you been to jail for justice?
I want to shake your hand
‘Cause sitting in and laying down
Are ways to take a stand
Have you sung a song for freedom
Or marched that picket line?
Have you been to jail for justice?
Then you’re a friend of mine

Well the law is supposed to serve us
And so are the police
When the system fails
It’s up to us to speak our piece
We must be ever vigilant
For justice to prevail
So get courage from your convictions
Let ‘em haul you off to jail!

Have you been to jail for justice?
I want to shake your hand
‘Cause sitting in and laying down
Are ways to take a stand
Have you sung a song for freedom
Or marched that picket line?
Have you been to jail for justice?
Then you’re a friend of mine
Have you been to jail for justice
Have you been to jail for justice
Have you been to jail for justice
Then you’re a friend of mine

Os Beatles por inteiro

abril 13, 2009

 Para os que viveram os anos 60 e também para os que não os viveram, localizamos uma forma fácil de acessar vídeos com a obra completa dos Beatles. Os links que incluímos neste post permitem o acesso, de forma organizada, a todas as músicas e às respectivas letras. Como aperitivo, postamos Because.

Os demais links são incluídos a seguir:
A Day in the Life
A Hard Day’s Night
A Taste of Honey
Across The Universe
Act Naturally
All I’ve got to Do
All My Loving
All Together Now
All You Need Is Love
And I Love Her
And Your Bird Can Sing
Anna (Go To Him)
Another Girl
Any Time At All
Ask Me Why
Baby It’s You
Baby You’re A Rich Man
Baby’s in Black
Back In The USSR
Bad Boy
Because
Being for the Benefit of Mr. Kite!
Birthday
Blackbird
Blue Jay Way
Boys
Can’t Buy Me Love
Carry That Weight
Chains
Come Together
Cry Baby Cry
Day Tripper
Dear Prudence
Devil In Her Heart
Dig A Pony
Dig It
Dizzy Miss Lizzie
Do You Want to Know a Secret
Doctor Robert
Don’t Bother Me
Don’t Let Me Down
Don’t Pass Me By
Drive My Car
Eight Days a Week
Eleanor Rigby
Every Little Thing
Everybody’s Got Something to Hide Except For Me and My Monkey
Everybody’s Trying to be My Baby
Fixing a Hole
Flying (instrumental)
For No One
For You Blue
Free As A Bird
>From Me To You
Get Back
Getting Better
Girl
Glass Onion
Golden Slumbers
Good Day Sunshine
Good Morning, Good Morning
Good Night
Got To Get You Into My Life
Happiness is a Warm Gun
Hello, Goodbye
Help
Helter Skelter
Her Majesty
Here Comes The Sun
Here, There And Everywhere
Hey Bulldog
Hey Jude
Hold Me Tight
Honey Don’t
Honey Pie
I Am the Walrus
I Call Your Name
I Don’t Want to Spoil the Party
I Feel Fine
I Me Mine
I Need You
I Saw Her Standing There
I Should Have Known Better
I Wanna Be Your Man
I Want To Hold Your Hand
I Want To Tell You
I Want You (She’s So Heavy)
I Will
I’ll Be Back
I’ll Cry Instead
I’ll Follow the Sun
I’ll Get You
I’m a Loser
I’m Down
I’m Just Happy to Dance with You
I’m Looking Through You
I’m Only Sleeping
I’m so tired
I’ve Got A Feeling
I’ve Just Seen a Face
If I Fell
If I Needed Someone
In My Life
It Won’t Be Long
It’s All Too Much
It’s Only Love
Julia
Kansas City/Hey, Hey, Hey, Hey
Komm Gib Mir Deine Hand
Lady Madonna
Let it Be
Little Child
Long Tall Sally
Long, Long, Long
Love Me Do
Love You To
Lovely Rita
Lucy in the Sky with Diamonds
Maggie Mae
Magical Mystery Tour
Martha My Dear
Matchbox
Maxwell’s Silver Hammer
Mean Mr. Mustard
Michelle
Misery
Money (That’s What I Want)
Mother Nature’s Son
Mr. Moonlight
No Reply
Norwegian Wood
Not a Second Time
Nowhere Man
Ob-La-Di, Ob-La-Da
Octopus’s Garden
Oh! Darling
Old Brown Shoe
One After 909
Only A Northern Song
P.S. I Love You
Paperback Writer
Penny Lane
Piggies
Please Mister Postman
Please Please Me
Polythene Pam
Rain
Real Love
Revolution 1
Revolution 9
Rock and Roll Music
Rocky Raccoon
Roll Over Beethoven
Run For Your Life
Savoy Truffle
Sexy Sadie
Sgt. Pepper’s Lonely Hearts Club Band
Sgt. Pepper’s Lonely Hearts Club Band (Reprise)
She Came In Through The Bathroom Window
She Loves You
She Said, She Said
She’s A Woman
She’s Leaving Home
Sie Liebt Dich
Slow Down
Something
Strawberry Fields Forever
Sun King
Taxman
Tell Me What You See
Tell Me Why
Thank You Girl
The Ballad of John And Yoko
The Continuing Story of Bungalow Bill
The End
The Fool On The Hill
The Inner Light
The Long And Winding Road
The Night Before
The Word
There’s A Place
Things We Said Today
Think For Yourself
This Boy
Ticket to Ride
Till There was You
Tomorrow Never Knows
Twist and Shout
Two of Us
Wait
We Can Work It Out
What Goes On
What You’re Doing
When I Get Home
When I’m Sixty-Four
While My Guitar Gently Weeps
Why don’t we do it in the road
Wild Honey Pie
With a Little Help From My Friends
Within You Without You
Words of Love
Yellow Submarine
Yer Blues
Yes It Is
Yesterday
You Can’t Do That
You Know My Name
You Like Me Too Much
You Never Give Me Your Money
You Really Got a Hold on Me
You Won’t See Me
You’re Going to Lose That Girl
You’ve Got to Hide Your Love Away
Your Mother Should Know

The Beatles video from Albums:

Please Please Me
With The Beatles
A Hard Day’s Night
Beatles For Sale
Help!
Rubber Soul
Revolver
Sgt. Pepper’s Lonely Hearts Club Band
Magical Mystery Tour
The Beatles – White Album
Yellow Submarine
Abbey Road
Let It Be
Past Masters Volume 1
Past Masters Volume 2