13 – Congresso da UNE – todos presos

Cerca de mil estudantes que participavam do XXX Congresso da UNE, iniciado clandestinadamente num sitio, em Ibiuna, no Sul do Estado, foram presos ontem de manhã por soldados da Força Publica e policiais do DOPS.

Estes chegaram sem serem pressentidos e não encontraram resistencia. Toda a liderança do movimento universitario foi presa: José Dirceu, presidente da UEE, Luís Travassos, presidente da UNE, Vladimir Palmeira, presidente da União Metropolitana de Estudantes, e Antonio Guilherme Ribeiro Ribas, presidente da União Paulista de Estudantes Secundarios, entre outros.

Eles foram levados diretamente ao DOPS. Os demais estão recolhidos ao presidio Tiradentes. Desde segunda-feira os habitantes de Ibiuna notaram a presença de jovens desconhecidos, que iam à cidade comprar pão, carne, escovas e pasta de dentes, despertando suspeitas ao adquirir mais de NCr$ 200 de pão de uma só vez. Essas informações foram transmitidas ao DOPS e à Força Publica, que desde quinta-feira já conheciam segundo afirmaram —o local exato do Congresso.

A denuncia de um caboclo, que fora barrado ao tentar chegar até o sitio Muduru, onde estavam os estudantes, fortaleceu a convicção da Policia de que o congresso seria realizado ali. Depois de avançar alguns quilometros de carro e outro trecho a pé, por causa da lama da estrada, 215 policiais chegaram ao local às 7h15 de ontem, organizaram o cerco aos estudantes e dispararam algumas rajadas de metralhadora para o ar, para intimidá-los.

Sem resistir, os congressistas foram colocados em fila e levados aos onibus requisitados para transportá-los para a capital. O governador Abreu Sodré, ao ser homenageado por trabalhadores do DAE, no Horto Florestal, referiu-se ao episodio e reafirmou sua disposição de “manter a paz e a tranquilidade para a população que deseja trabalhar”.

E acrescentou, referindo-se à prisão dos participantes do congresso da UNE: “Agi com energia para reprimir a agitação e a subversão quando determinei, após horas de angustia e apreensão, a prisão de estudantes subversivos que participavam do congresso da UNE.

Folha de São Paulo, domingo, 13 de outubro de 1968

12 Respostas to “13 – Congresso da UNE – todos presos”

  1. Maysa de Souza Nascimento Says:

    Muito informativo……
    gostei mesmo.Obrigada!

  2. José Batista Filho Says:

    Gostaria de saber se em seus arquivos tem a lista dos 417 presos em manifestação estudantil no Rio de Janeiro em 1968, em que consta o meu nome. O qual eu vi em um jornal da epoca. (A Noticia, O Dia, Ultima Hora e ou Correio da Manhã.

    Sem mais no aguarde ansiosamente.

    José Batista Filho

  3. Manoel F.de B.Figueiredo Says:

    Prezado.

    Solicito se possível a relação dos estudantes do Estado de Pernambuco que participaram do XXX Congresso da UNE em Ibiuna -SP.
    Fui um dos participantes,em um total de aproximadamente 22 estudantes pernambucanos.
    No aguardo de uma resposta,agradeço desde já
    Manoel Figueiredo

  4. acyr de arruda luna Says:

    Fui lider estudantil, lutei bravamente co a aquartelada de 1964, estava no 30 Congresso da UNE, juntamente com mais 13 paraibanis.
    Na ocasião foi fuzilado o nosso Souzinha, ficaria grato se voce pudessem enviar-me a relação de todos os colegas que estavam naquela historica manhã.
    Quando fomos presos e depois fomos barbaramente torturados, notadamente quando estavamos na Capital de São Paulo.
    AH .. se eu pidesse levar no meu caixão o roal de todos os colegas de Ibiua.
    12 de outubro dia comemorativo ao dia da criança e que para nós é o dia da tortura de estudantes idealistas.

  5. acyr de arruda luna Says:

    Ainda guardo em minha memória aquela manhã

  6. fabio dutra Says:

    Boa tarde, sou estudante no curso de Historia, e presciso de algumas bibliografias que retratam o 30ª congresso da une, para o complemento do trabalho de conclusão de curso; obrigado

  7. Amanda Guerra Says:

    Oi.. Sou estudante de história da UPE, vice-presidente do C.A do curso e secretária do D.A e gostaria de indicações de livros sobre o movimento estudantil e a ditadura militar, estou fazendo uma pesquisa sobre esse tema, mais especificamente em 1968 e gostaria de uns livros para a pesquisa e para o meu conhecimento, pois me enteressa muito esse tema.

  8. Silvio Roberto Teixeira Barreira Says:

    Estive no Congresso da UNE em Ibiuna,gostaria de saber se existe algum documento que fale a meu respeito. Grato.
    Silvio Roberto Teixeira Barreira

    • Márcia Castro Says:

      Olá Silvio, sou moradora de Ibiúna, e temos sim registros seus aqui na cidade, uma placa com o nome de todos os congressistas, se você puder entrar em contato comigo, gostaria de saber mais sobre o ocorrido, aí te envio as fotos que tirei da praça da matriz, meu amail é marciacastro26@hotmail.com, obrigado.

  9. Quarta revolução e os jovens - Eu Sem Fronteiras Says:

    […] com os dias contados. Entretanto, o AI-5 ganhou força e novas manifestações aconteceram. O 30º Congresso da União dos Estudantes em Ibiúna (interior de SP) terminou com 800 estudantes presos. O AI-5 durou até 78 e terminou com vários exilados e mortos cujos corpos nunca foram encontrados. […]

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: