Feliz Ano novo

by

 

Como sempre faço, pedi à Helena uma ilustração para minha mensagem de fim de ano. Recebi essa.

 

natal-20081

Depois, também como  todo ano, fui à procura de um poema ou letra de música para que, juntos texto e  imagem criassem o contexto de meu desejo de ano bom.

 Sempre consegui estabelecer um nexo simples entre os versos e a imagem. Este ano não foi possível. Depois de folhear todo Pessoa, todo Drummond, todo Borges, muito Neruda, um pouco de outros, descartei uma busca em Cecília e desisti. Por mais que tentasse mudar a escolha, um poema me perseguia. É o seguinte:

 

SANTA CLARA, clareai

Estes ares.

Dai-nos ventos regulares,

De feição.

Estes mares, estes ares

Clareai.

 

Santa Clara, dai-nos sol.

Se baixar a cerração,

Alumiai

Meus olhos na cerração.

Estes montes e horizontes,

Clareai.

 

Santa Clara, no mal tempo

Sustentai nossas asas.

A salvo de árvores, casas

E penedos, nossas asas

Governai.

 

Santa Clara, clareai.

Afastai

Todo risco.

Por amor de S.Francisco,

Vosso mestre, nosso pai,

Santa Clara, todo o risco

Dissipai.

 Santa Clara, clareai.

 

Há de certo algo mais fundo que pode unir a ilustração ao poema de Manuel Bandeira. Mas, mesmo sendo óbvio e pouco imaginativo, desejo a todos um ano de muita paz e aconchego e, apesar de todos os obstáculos, repleto de dias felizes.

SANTA CLARA, clareai!

José Antonio Küller

2 Respostas to “Feliz Ano novo”

  1. Roseli Says:

    José,
    Você foi muito direto ao que passamos atualmente. O que mais a humanidade necessita no momento é clarear as ideías para que o planeta se renove e inicie um 2009 mais humano, mais consciente. O poema é lindo e profundo. Desejo a você e a sua família um Natal lindo, cheio de amor e um 2009 repleto de luz, conquistas e saúde.
    Abraço

  2. Olga M.Salati M. Moraes Says:

    Que este 2009 traga para todos, momentos de delicadeza e sensibilidade como o traçado e as cores da Helena!
    E no meio de tanta água, não é demais bisar: ” … no mal tempo, sustentai as nossas asas, a salvo de árvores e penedos, nossas asas governai!”

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: